fbpx
Óptica Belavista

O que deve ter em conta quando escolhe uns óculos de sol

1 . Qualidade

As lentes devem ter boa qualidade óptica para evitar a distorção das imagens e devem filtrar entre a radiação UV e se possível a luz azul (aquela que é emitida pelos equipamentos digitais)

2. Coloração

Devem ter uma coloração capaz de proporcionar conforto na presença de luz, mas não devem ser demasiado escuras para não adulterarem as cores naturais dos objetos e/ou a acuidade visual. Não se deve confundir a intensidade da cor com a capacidade de filtrar a radiação nociva para o aparelho visual.

A escala de cores oscila entre 0 e 4. Para as condições de luz em Portugal, deve escolher-se uma coloração 2-3. Só em situações especiais se deve optar por uma lente mais escura.

Deve dar-se preferência à cor cinzenta ou ao castanho (âmbar). Porém cada tom é mais ou menos indicado para cada situação de uso, veja a que mais se adapta às suas necessidades.

  • VERDE: indicadas para todos os tipos de passeios e  desportos (em terra, ar e água), com excepção da prática de desportos em condições de tempo nublado e neve. Oferecem a maior precisão visual e adaptam-se bem às variações de luminosidade que ocorrem durante o dia (por exemplo a passagem do sol para a sombra ou ao entardecer). As lentes verdes filtram a luz azul e reduzem a luminosidade, mantendo um excelente contraste da visão e mantendo as tonalidades das cores.
  • CASTANHAS/ÂMBAR : Indicadas para alta e média exposição de sol, para pessoas com sensibilidade relativa à luz intensa. As lentes CASTANHAS e âmbar eliminam os brancos e reduzem os tons azuis e violetas, entretanto dão a sensação de uma visão de tom amarelo e laranjas com um contraste baixo.
  • CINZA: Assim como as lentes verdes, são recomendadas para todas as atividades e situações de luminosidade. As lentes cinzas reduzem a claridade e o brilho sem distorcer as cores. A escolha entre tom cinza e verde vai depender unicamente de qual lente agrada mais o olho do usuário.
  • AMARELA: Não são indicadas para o uso durante o dia e para nenhuma atividade que tenha a necessidade de distinção de cores. As lentes amarelas aumentam o contraste e o brilho aumentando a luz de ambientes com pouca luminosidade, por esta razão distorce as cores. É muito indicada para uso geral em atividades praticadas em ambientes com pouca luminosidade natural.
  • AZUL: As lentes de cor azul reduzem a absorção de cores vivas, especialmente o vermelho. As lentes azuis também são indicadas para uso geral, com exceção para as pessoas com alta sensibilidade a luminosidade e em condições onde a distinção de cores é necessária. São indicadas especialmente para atividades desportivas em condições de sol moderado, especialmente  no pôr do sol.
  • LENTES FOTOCROMÁTICAS: São as ideais para quem não quer estar constantemente a trocar de óculos. Essas lentes mudam de cor à medida em que recebem a incidência de luz. É uma ótima opção para 24 horas em qualquer ambiente.
  • LENTES POLARIZADAS: São lentes produzidas com uma camada de proteção para “rebater” os reflexos da luz que vem de diversos pontos, como água, vidros, metais, etc. Independente da cor, esse tratamento chamado de “polarização” tem como único objetivo, oferecer mais conforto, embora distorça um pouco a nitidez das cores em algumas situações.

3. Estrutura dos óculos

A estrutura dos óculos deve ser de forma a proteger os olhos e as pálpebras. As armações devem ficar bem ajustadas e devem ter tamanho suficiente para protegerem as pálpebras e impedirem a entrada nos olhos da luz reflectida.

Ao adquirir um par de óculos de sol, deve certificar-se da presença do símbolo CE e da inscrição do standard a que obedece a fabricação. Na Europa (e em Portugal) existe um standard próprio (EN-1836 de 1997) que exige o seguinte: identificação do fabricante; número de categoria do filtro; adequabilidade para conduzir.

Ainda não conseguiu encontrar nada assim? Veja aqui alguns modelos com lentes polarizadas.

Leave a comment